terça-feira, 21 de outubro de 2008

Imprensa vs Liberdade de Imprensa

Alguns preceitos do bom jornalismo ou 1ª lição para alguns pseudo-jornalistas:

- Informação isenta e independente do proprietário;
- Independência face ao poder político;
- Permitir o direito de resposta;
- Não impedir os direitos de opinião;
- Não fazer concorrência desleal (ex: usar fundos públicos)
- Fazer distinção entre informação e propaganda.

A ditadura “caiu” já lá vão mais de 30 anos e optamos por formas “democráticas” de poder, agora já não se pode impor a vontade dos iluminados pela força, então tenta-se manipular, este processo será tanto mais fácil quanto menos instruída for população alvo e quanto maior for o controle sobre os órgãos de comunicação social.

Simplificando, garantido o “controle” sobre a comunicação social, passam apenas as mensagens que são favoráveis aos poderes instalados, manipulam-se opiniões promovendo certas pessoas e ideias e vedando o contraditório aos críticos.

Assim sendo, caros colegas foristas, a única forma de resistir a esta violação constante dos nossos direitos e liberdades é a Internet. Contra os donos da verdade, contra o jornalismo regional inquinado e subserviente, contra os políticos intolerantes, mesquinhos e prepotentes, ousemos ”blogar” e discutir os problemas da nossa terra.

16 comentários:

Anónimo disse...

Bem, está mais k visto k se está a falar do "Noticias de Basto"- o panfleto mensal de publicidade camarária ou então a revista " caras"- edição familia Mota e Silva.

A selecção especial de noticias publicando só o k interessa e da maneira k melhor convém. É um jornal de referência pra quem quiser ficar deprimido.

Tantas vezes vejo o Presidente e o filho k só lhes falta dizer " o Pinto da Costa é o meu pai e o Vitor Baía a minha mãe. "

anónimo disse...

Caro anónimo, se em Celorico é assim com o Notícias de Basto então lanço-lhe um desafio: Venha a Cabeceiras e ponha os olhos no pasquim camarário "Ecos de Basto" e comece desde a primeira página a contar as fotografias em que aparece a cara do Presidente da Câmara. Garanto-lhe que não lhe chegam os dedos das mãos.

manel das couves disse...

Caros companheiros de blogue, o atraso estrutural que afecta a zona de basto é real, e estes pasquins a que indecentemente chamam jornais, são espelhos que reflectem periodicamente as caras dos responsáveis pelo deficit de desenvolvimento económico e especialmente social!
Jornais controlados, rádios controladas, até a Igreja é controlada (senão não há obras), propaganda na rua e tudo pago com os nossos impostos!!
Tão diferente a "cor politica", mas os mesmos comportamentos, até nisto Celorico e Cabeceiras andam de mãos dadas, é nisto que dá o apego ao poder, são anos e anos a trabalhar para beneficio próprio e dos seus e a esquecer a população em geral!
Fora com as dinastias de poder, sim à saudável alternância politica!!
Fora com a manipulação, sim à liberdade de expressão!!

Anónimo disse...

FRIPOSe fosse só na politica ainda do mal o menos, agora reparem no Povo de Basto e vejam os artigos desportivos !!!!! os comentários são para rir, Perpétua Carvalho doentia com muitos elogios a si mesma...hahahaha mesmo de rir , não percam

gdc disse...

Coitadita.

Se ela não se elogiar a ela propria ninguem o faz! lollloooll

Por acaso gosto muito da cultura dela e do Bernardino - ZERO!!!

Anónimo disse...

Falar de liberdade e igualdade de direitos de cidadãos é pura utopia em cbt, qual o critério de funcionamento da Segurança Social na atribuição de apoios sociais como por exemplo o RSI -Rendimento Social de Inserção.
A subsidio dependência de pessoas aptas para trabalhar mas que optam por vivem á margem do trabalho e à sombra do sistema, alimentando-se do monstro corrupto que as técnicas do mesmo serviço incorporam e também se alimentam, com a conivência de muitas outras pessoas e autoridade.
O espírito deste apoio (lei) pode ser nobre mas a implementação em geral mas de forma particular em Celorico é vergonhosa, pena que ninguém tente denunciar os casos de corrupção que conhecem pelos canais próprios em Braga e Lisboa.
Este sistema está todo fodi**, é a selva no seu estado mais puro.

Anónimo disse...

Qinzinho em reportagem demagogia (pura e dura) sobre a escola de formação de arbitros...
... paga com o dinheiro dos nossos impostos, pois pois, estas reportagens são espaços de publicidade muito bem pagos €€€€,€€.

Anónimo disse...

http://www.noticiasdebasto.com/images/bola1.pdf

Anónimo disse...


http://www.noticiasdebasto.com/images/bola1.pdf

Anónimo disse...

"A Câmara Municipal de Celorico de Basto pretende instalar na região uma academia de formação de árbitros e de investigação na área desportiva, que poderá entrar em funcionamento já a partir de 2010, caso o Governo aprove o projecto apresentado pela Autarquia."

Fonte: Correio da Manhã

Gui disse...

A fonte é o Correio da manhã, mas a publicidade mais uma vez é feita por quem?


O "NOTICIAS DE BASTO" !!!!!!



Só falam do que lhes interessa. Já agora, gostei muito da reportagem "exclusiva" de 3 páginas ao Joaquim.

Que palhaçada....

Anónimo disse...

Jornal de noticias hoje dia 21 de novembo.
Afinal quem tem razão.

http://jn.sapo.pt/paginainicial/interior.aspx?content_id=1047501

Anónimo disse...

http://jn.sapo.pt/paginainicial/interior.aspx?content_id=1047501

http://www.noticiasdebasto.com/images/bola1.pdf

Anónimo disse...

Quem andam na politica, são as pessoas profissionalmente falhadas, que não tenhem mais nada que fazer que ,tentam fazer da camara municipal uma monarquia, outros prometem 500 postos de trabalho entre outras coisas que se as fosse a relatar aqui , caia o carmo e a trindade !!! Enfim de facto Celorico de Basto precisa de uma mudança mas não pra esta oposição do eng. lopes mahado

Anónimo disse...

se queres uma mudança, queres mudar para quem ó filho da pu**

Anónimo disse...

academia de formação de arbitros de futebol,essa tem graça esses micróbios da geração jovem do psd,deve penssar que ainda conceguem enganar alguem.podem anunciar tudo e mais alguma coisa,que já ninguel acredita em nada,vindo do dr joaquim , nem que apareça na tv, com um cristo em cada mão vivo.