quinta-feira, 30 de outubro de 2014

Principio do Fim???




Mais do mesmo.



Empresa falida sob suspeita
Detetadas irregularidades em empresa municipal. Queixa já chegou às autoridades
Por Ana Isabel Fonseca, Manuel Jorge Bento, Tânia Laranjo
A empresa municipal Qualidade de Basto, de Celorico, está envolta em polémica. Há suspeitas de faturas falsas, negócios fictícios e favorecimento pessoal. A empresa tem um passivo de pelo menos 3,5 milhões, mas não foram apresentadas as contas de 2013.
Este ano, a Qualidade de Basto faturou à Associação de Solidariedade de Basto – dirigida por familiares do presidente da câmara, Joaquim Mota e Silva (PSD) – remunerações no valor de mais de sete mil euros. A empresa – alvo de queixas que já chegaram às autoridades – mantém dívidas ao Fisco e à Segurança Social, embora seja detentora de diverso património municipal.

Uma das relações suspeitas é com a associação Ação Jovem, proprietária do jornal ‘Notícias de Basto’. Foi sustentado com faturas da empresa municipal, enquanto era dirigida por Fernando Vilas Boas, administrador da empresa municipal. Outra empresa com negócios com a Qualidade de Basto era a Desempenho Perfeito, da qual era titular Daniel Meireles, candidato à Junta de Freguesia de São Clemente. A empresa fechou após este se tornar autarca.

http://www.cmjornal.xl.pt/nacional/politica/detalhe/empresa_falida_sob_suspeita.html





E o burro sou eu?


Viva Celorico...







4 comentários:

Davide Pinto disse...

A tropa toda que gravita com o Joaquim come muito, aquilo é com quem rouba mas com muito apetite uns em pratos sopeiros e outros em pratos rasos e outros ainda em pratos de sobremesa depende da patente.
Viva a democracia
Viva Xelorico
Viva

Anónimo disse...

Alguem anda a papar os jornais todos em celorico, por que será?

OndaNegra Tsunami disse...

É uma vergonha! Já não lhes chega os ordenados chorudos que auferem e mais benesses que o estado paga aos excelentíssimos autarcas (motoristas, telemóveis, despesas de deslocação/representação, etc...), ainda têm de roubar mais! Não há dinheiro que chegue para tapar o rabo destes ladrões.

Mas uma coisa é certa: o povo também tem culpa, porque como diz o ditado: "tão ladrão é o que rouba, como o que fica à porta". Se não fossem eleitos, não roubavam. Cadeia é pouco para toda esta trupe...

Andamos a manter tachos, ladrões e outros parasitas, que raio de país este...

Anónimo disse...

Esta pseudo empresa, é um poço sem fundo de dividas e corrupção, "presidida" pelo expoente máximo da corrupção e incompetência da estrutura politica,o Pseudo Eng. Martins, que tirou o curso como o Sócrates ao domingo e devia tal como ele estar preso. Esse Sr. é um poço de habilidades e estratagemas para mamar em tudo o que se mete, com a conivência do Dr. Joaquim. A Qualidade Basto deve aos seus funcionários vários meses de salário e tem dividas a tudo o que é formador, formandos e inclusive às Finanças e Segurança Social. Como é que ainda não acabou?!!!